Hutrin atende mais 8 mil pessoas num mês.
Mais de oito mil pessoas atendidas num único mês.

O Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin) bateu um recorde histórico: 8.136 atendimentos em um único mês. Foi em dezembro, quando a equipe do hospital atendeu 5.333 emergências no Pronto Socorro, fez 370 cirurgias eletivas e outros 2.433 atendimentos ambulatoriais, entre consultas, curativos e exames.

“Nunca essa unidade atendeu tanta gente. Estamos fazendo jus a nossa vocação de ser um hospital público a serviço da comunidade de Goiás”, ressalta Getro de Oliveira Pádua, diretor do Hutrin. O Hospital, que fica em Trindade, a uma hora de Goiânia (GO), atende exclusivamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e está sempre aberto. 

No final do ano quando os postos de saúde do município fecharam, o Hutrin permaneceu à disposição dos usuários e assim deve ser também no Carnaval. “Se para nós foi um recorde, para a população foi uma segurança e assim continuaremos: sempre de portas abertas com a intenção de melhorar os processos e o atendimento à população que nos procura, seja na emergência, seja para marcar uma consulta ou cirurgia”, avisa Getro.

Mesmo batendo recorde, o Hutrin ainda não opera na sua capacidade máxima. Tem vaga para cirurgias diversas: laqueaduras, hérnias e mais partos. Por isso, o diretor incentiva os usuários que têm interesse em algum desses procedimentos a procurar o atendimento médico numa unidade municipal e solicitar o encaminhamento para o hospital.

Investimentos

Desde agosto de 2019, quando o IMED assumiu a gerência do Hutrin, a vocação do hospital foi ressignificada, passando de hospital local para regional. Muitos investimentos foram feitos nesse período e os resultados já começaram a aparecer.

Para melhorar o atendimento à população, o Hutrin contratou mais funcionários, aumentando o quadro em 20%. O Hospital também investiu em tecnologia de diagnóstico por imagem (Raio-X digital e telemedicina), trocou equipamentos laboratoriais para versões mais modernas que mostram resultados mais rápidos e, agora, se prepara para ampliar as instalações. Já estão previstas pela Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO) obras para abrigar um tomógrafo e mais salas de parto.

Indicativo de melhoria

Os primeiros indicativos de que o atendimento à população melhorou não foi medido só em número, mas também em tempo. Hoje, quem chega ao hospital espera menos: precisamente duas horas e meia a menos. E para os que aguardam atendimento há água, chá e bolachas.  “Muita gente chega aqui depois do trabalho ou da escola, então, ter alguém na recepção pronto para ajudar com informações e um lanche ajuda a confortar”, explica Getro. Há um mês o hospital inaugurou o serviço “posso ajudar”, com atendentes uniformizados para recepcionar e informar os usuários no PS.

Programa de capacitação

Há um mês foi lançado um programa de treinamento de doze meses para os colaboradores: o Jeito IMED de Atender. O objetivo é capacitar a equipe em técnicas de atendimento consultivo e humanização para aumentar a percepção da qualidade dos serviços prestados. O programa, que tem identidade própria, já foi testado em outras unidades do IMED e no Hutrin terá encontros mensais de até três horas.

3 comments

  1. Pingback: Hutrin homenageia mulheres -

  2. Pingback: Fakenews circula por whatsApp -

  3. Pingback: Hutrin recebe doação de sabonete líquido e álcool gel -

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *