As mulheres são maioria no quadro de colaboradores do Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin). São mais de 140 profissionais que compõem as áreas administrativa, técnica e clínica, se intercalando entre turnos para atender a população de Trindade e região 24 horas por dia, sete dias na semana.

Para retribuir o cuidado que todas elas têm com as pessoas que frequentam a unidade e conscientizá-las sobre a importância da identificação precoce dos sinais do câncer de mama, o hospital está realizando uma série de ações. A iniciativa, que se estende para pacientes, familiares e visitantes, faz parte da campanha Outubro Rosa, celebrada mundialmente todos os anos desde o início da década de 90.

“Temos um compromisso com nossos pacientes e profissionais e é nossa função alertá-los sobre temas importantes como a prevenção do câncer de mama”, diz Getro de Oliveira Pádua, diretor do hospital.

Outubro Rosa

O hospital desenvolveu uma arte ilustrada e explicativa sobre o tema para ser compartilhada em aplicativos de mensagens. A ação possibilita uma disseminação mais abrangente das informações, tendo em vista que as profissionais podem enviar o material para amigos, familiares e até mesmo pacientes.

A peça mostra os principais sinais da doença e faz um alerta para que a mulher conheça o próprio corpo, realizando o autoexame com frequência. O toque pode auxiliar a identificação de nódulos ou anomalias nas mamas de forma precoce.

Além disso, o hospital iluminou a fachada de rosa, criou um card exclusivo para as redes sociais e produziu cartazes informativos que serão disponibilizados na recepção do hospital para que pacientes e visitantes possam se informar.

Tecnologia aliada

Outras ações estão previstas para o mês de outubro, entre elas, uma edição especial do projeto “Amor Cantado – Acolhimento Musical” que leva música aos pacientes todas às quartas-feiras. No dia 14, a live prestará uma homenagem às mulheres que lutam ou já lutaram contra o câncer de mama, além de alertar toda a audiência sobre a importância dos exames e da prevenção precoce.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *