O Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin) está fazendo a diferença no combate ao Covid-19, não apenas na cidade, mas em toda a região. Desde o início da pandemia, o Hospital atendeu mais de 5 mil pacientes, sendo 1.900 no mês de agosto. “Estamos conseguindo atender e ajudar a população que mais precisa neste momento tão difícil. Estamos colocando todos os recursos necessários para amenizar a dor e sofrimento das pessoas”, afirma Getro Oliveira de Pádua, diretor do hospital.

Atualmente, o Hutrin conta com 22 leitos específicos para atendimento ade pacientes diagnosticados com a Covid-19, sendo que oito deles fazem parte da Unidade de Terapia Intensiva e 14 da enfermaria. Os leitos da UTI são equipados com respiradores, monitores e bombas de infusão, aparelhos essenciais para o tratamento de pacientes com sintomas graves da Covid-19.

Ao todo, 101 pacientes que passaram por internação, seja na enfermaria ou na UTI, receberam alta desde que o Hutrin iniciou os atendimentos específicos de síndrome respiratória aguda grave.

Visita domiciliar

Além de oferecer atendimento presencial, o Hospital de Urgências de Trindade conta com um sistema remoto inovador para mapeamento, triagem e acompanhamento de pessoas com suspeita de coronavírus. O projeto A gente se importa, implementado no início de agosto, já realizou 21 atendimentos domiciliares provenientes de cadastro online e 174 visitas de monitoramento de usuários que passaram pelo hospital. “Essa é mais uma ferramenta que está sendo utilizada aqui em Trindade para combater o coronavírus”, diz o diretor do hospital Getro Oliveira Pádua.

O paciente precisa acessar o sistema através do site https://hospital-hutrin.org.br/. O menu Triagem da plataforma digital do hospital contém todas as informações necessárias para realizar o cadastro. A pessoa responde algumas perguntas sobre sua condição de saúde, complementa com os dados pessoais e endereço e recebe o resultado na hora. Qualquer pessoa pode descobrir o grau de risco.

Atendimento de referência

Ao assumir a gestão do Hutrin, o Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED implementou um novo jeito de atender a população. Contratou mais gente, investiu em equipamentos digitais, estabeleceu novos processos de gestão e um programa de treinamento para colaboradores de todas as áreas. O resultado pode ser expresso em números recordes de atendimentos e na diminuição no tempo de espera no Pronto Socorro.  

No primeiro ano à frente do hospital, foram mais de 780 partos e 58 mil exames laboratoriais entre setembro de 2019 e julho de 2020. “Nós poderíamos ressaltar a instalação do Raio-X digital, do equipamento de telemedicina, do tanque de oxigênio, mas isso é só meio. Importante sem dúvida, mas o que representa a nossa gestão é o cuidado e a melhoria no atendimento à população”, ressalta Getro de Oliveira Pádua, diretor do Hutrin.

Para as pessoas que se consultam no Hutrin – vindos de Trindade e região – a modernização do hospital veio em boa hora. Melhor equipado para atender emergências, os pacientes não precisam mais obrigatoriamente ir a Goiânia. E, nesse período de pandemia, é o Hutrin que socorre alguns pacientes da capital. O hospital virou referência de bom atendimento.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content