Vallentina foi o terceiro maior bebê a nascer na unidade e saiu curada no último dia 10 de outubro

A pequena Vallentina Alves Cardoso, que nasceu no dia 29 setembro, aprendeu desde cedo a lutar pela vida. Diagnosticada com meningite bacteriana pelos profissionais do Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin), logo após seu nascimento, ela recebeu todos os cuidados para que a doença não avançasse.

Dez dias depois, Vallentina e a mãe, a manicure Tatiane Alves Martins, tiveram alta na manhã do último sábado (10). “É um alívio e uma alegria imensa voltar para casa com minha filha curada e saudável”, contou Martins. A menina é o terceiro maior bebê nascido na unidade, com 4,7 quilos e 53 centímetros.

A meningite bacteriana é uma infecção das camadas de tecido que recobrem o cérebro e a medula espinhal (meninges) causada por bactérias. Sem o tratamento adequado, o quadro pode se agravar, deixando sequelas graves.

Com a pandemia, o Hutrin redobrou os cuidados e a atenção de todos os protocolos de segurança, acolhendo e dando suporte às mães e seus recém-nascidos. “Não há palavras para descrever o sentimento que temos em ver uma mãe com seu filho. É muito gratificante fazer parte de um momento tão especial”, afirma Getro de Oliveira Pádua, diretor do Hutrin.

Desde o início da gestão do Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED, o Hutrin já realizou mais de 800 partos, cada um deles celebrado com muita alegria por todos os profissionais de saúde. A técnica de enfermagem Elioneide Alves, que trabalha no hospital desde 2012, acompanha de perto a rotina dos recém-nascidos. 

“O berçário é o lugar que me identifico como profissional, mulher, mãe e ser humano. Estou realizada com cada bebê que passa pelos meus cuidados. Recebo o carinho dos familiares e acompanhantes e isso me basta”, disse Alves.

Infraestrutura

O Hutrin possui corpo clínico obstétrico especializado com infraestrutura adequada para atender as necessidades das mães e de seus recém-nascidos.

Ao todo são 15 leitos obstétricos, 15 berços neonatais, 2 berços aquecidos, 1 entubadora e 1 fototerapia. Na sala de parto, todos os recém-nascidos recebem pulseiras de identificação colocadas no tornozelo direito da criança, a mesma que é colocada no pulso da mãe. Após o nascimento, os bebês são levados para o berçário onde são tiradas todas as medidas antropométricas, além de receberem vitamina K e o primeiro banho é realizado pela equipe de enfermagem.

Durante a permanência na unidade, todos os recém-nascidos são submetidos a avaliação pediátrica, com cuidados e orientações que tudo garantam a saúde dos pequenos e tranquilidade às mamães.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *